sábado, 27 de março de 2010

O MITO ARDOR NO PEITO - MORMONISMO


Estudos de Seitas      Apologética       Mormonismo
O MITO DO ARDOR NO PEITO
Publicado em 9/9/2008
Kevin James Bywater
Defesa da Fé
Orar ou não orar, eis a questão!

Em vez de apontarem evidências que autentiquem a suposta inspiração divina do Livro de Mórmon, os seguidores de Joseph Smith pedem que as pessoas o leiam e orem para saber se o livro é inspirado ou não por Deus. O Livro de Mórmon diz: “E, quando receberdes estas coisas, eu vos exorto a perguntardes a Deus, o Pai Eterno, em nome de Cristo, se estas coisas não são verdadeiras; e, se perguntardes com um coração sincero e com real intenção, tendo fé em Cristo, ele vos manifestará sua verdade disso pelo poder do Espírito Santo” (Moroni 10:4). Citam ainda o texto de Tiago 1.5 para apoiar esta prática: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada”.

Baseados na prática desse conselho, a grande maioria dos mórmons reivindica ter sentido um “ardor no peito” como um testemunho do Espírito Santo de que o Livro de Mórmon é inspirado.

Mas seria esse espírito o Espírito Santo? Como podemos testar os espíritos? É de vital importância aplicar os testes apropriados para avaliar esses tipos de reivindicações espirituais. Pois a Bíblia alerta que: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte” (Pv 14.12).

Embora sejamos exortados a orar sem cessar (1Ts 5.17), a Bíblia não ensina em nenhum lugar que a oração seja um teste para avaliar a verdade. Mas alguém pode indagar: “Então, o que o texto de Tiago 1.5 quer dizer?”. No contexto do primeiro capítulo vemos que Tiago se refere à prova da fé por meio das tentações (Veja Tg 1.2,3,12,13). Se nos falta sabedoria, somos exortados a pedi-la ao Senhor para que possamos enfrentar as provas e tentações com um comportamento aprazível a Deus.

O apóstolo Paulo foi claro ao advertir os crentes da Galácia a não escutarem ninguém que ensinasse outro evangelho (Gl 1.6-8). Sabemos que há muitos falsos mestres pregando falsos evangelhos, falsos Jesus, e, obviamente, todas essas heresias são propagadas por intermédio de espíritos profanos (2Co 11.3,4,13,14). A oração seria o único método para identificarmos o que é o verdadeiro? Como poderíamos saber?

O perigo em orar para identificar a verdade é que é difícil distinguir a veracidade dos testemunhos espirituais, bem como sua procedência. Não podemos confiar nos sentimentos dos nossos corações (Pv 28.26; Jr 17.9), nem podemos confiar em qualquer testemunho espiritual. Atentemos para o que diz a Bíblia: “Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (1Jo 4.1; grifo do autor).

Não queremos aqui desestimular a oração, muito pelo contrário. Contudo, devemos aliar a oração ao exame diário das Escrituras, assim como os crentes de Beréia: “...examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim” (At 17.11). Este é o método mais preciso para avaliar se o que o mormonismo ensina é a verdade. O teste bíblico deve estar focado na Palavra de Deus (2Tm 3.15-17). E o testemunho do Espírito Santo jamais contradirá a si próprio, pois a Bíblia afirma que “os escritores bíblicos falaram inspirados pelo Espírito Santo” (2Pe 1.21; grifo do autor).

Diante de tudo isso, perguntamos: orar ou não orar?

Finalizamos conscientes de que devemos orar sim, mas para que o nosso poderoso Deus nos abençoe ricamente e nos ajude a destruir os conselhos e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo (2Co 10.5).


Tradução: Elvis Brassaroto AleixoFonte:www.jesussite.com.br

MORMONISMO - HARÉM AMERICANO

    Sábado, 27 de Março de 2010

Estudos Bíblicos      Apologética       Mormonismo
MORMONISMO - Harém americano
Publicado em 12/29/2006

CACP
A poligamia cresce no Estado de Utah, onde há casos de maridos com mais de vinte mulheres.

O caso aconteceu nos Estados Unidos. Numa madrugada de verão, uma garota de 16 anos, identificada apenas pelas iniciais M.N., ligou para a polícia de um posto de gasolina de beira de estrada no Estado de Utah. Ela tinha o nariz quebrado e hematomas espalhados pelas pernas, braços e nádegas. Havia chegado cambaleante ao telefone, após correr 11 quilômetros para escapar das chibatadas do cinto de seu pai, o empresário John Daniel Kingston, e do futuro que ele reservara para ela: viver como a 15ª mulher de seu próprio tio. O desespero da menina, que tentava fugir pela segunda vez, gerou processos judiciais contra o pai e o tio-marido e jogou luz sobre uma prática que pouca gente imagina que ainda tivesse adeptos no mundo ocidental. Estima-se que 40.000 americanos vivam em famílias poligâmicas em Utah, o equivalente a 2% da população do Estado. Há casos de homens casados com mais de vinte mulheres e de casamentos entre irmãos. Um desses homens teve cinqüenta filhos com quinze mulheres diferentes.

Alegando motivos religiosos, 40.000 pessoas vivem em famílias poligâmicas em Utah. Isso corresponde a 2% da população do Estado. Até o governador já defendeu esse tipo de relacionamento

O que alimenta a poligamia em Utah é a religião. O Estado é o berço da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Seus seguidores, conhecidos como mórmons, seguem preceitos morais rígidos. Não fumam, não bebem e condenam todo e qualquer método contraceptivo. Há 590.000 deles no Brasil e a imensa maioria é a favor do casamento monogâmico e da fidelidade irrestrita entre marido e mulher. Uma pequena parcela dos mórmons, no entanto, defende a poligamia porque essa prática era adotada nas origens da crença, um século e meio atrás. Quando a religião foi criada, em 1830, seu fundador, Joseph Smith, defendia a poligamia como forma de fomentar a reprodução. Quanto mais filhos cada homem tivesse, mais perto do céu ele estaria. A prática foi oficialmente abolida em 1890, por pressão do governo federal americano. John Kingston faz parte de uma dissidência fundamentalista dos mórmons que pretende viver seguindo os preceitos do fundador. A poligamia entre eles é uma imposição religiosa que nem sempre resulta em famílias felizes. Uma pesquisa recente feita pela Universidade de Utah mostrou que os homens poligâmicos são infelizes, vivem rodando de uma casa para outra e são obrigados a trancar-se no carro para conseguir privacidade.

Antes de ser encontrada no posto de gasolina, M.N. fugiu de um rancho que seu pai mantinha a 130 quilômetros de sua casa, em Salt Lake City, para "disciplinar" filhos e mulheres rebeldes. "Eu podia sentir o gosto do sangue em meu nariz já a caminho do rancho", disse a menina em depoimento no Tribunal de Justiça. Casado com vinte mulheres, entre as quais uma meia-irmã que vem a ser a mãe de M.N., John Kingston foi indiciado pelas agressões à filha e pode pegar entre um e quinze anos de cadeia. O tio e marido, David Kingston, está sendo processado por incesto e abuso sexual de menor. Pode pegar cinco anos de cadeia por crime. Tudo indica, contudo, que o encarceramento dos dois não vai encerrar a polêmica.

Já existem dois grupos antagônicos e barulhentos brigando no Estado. De um lado estão as ex-esposas de homens poligâmicos. Elas fundaram uma associação que visa dar amparo às mulheres dispostas a fugir de maridos que adotam a prática. De outro está a União das Mulheres pela Liberdade Religiosa, que congrega esposas satisfeitas com a vida que levam. "As mulheres de meu grupo são felizes em seus relacionamentos", diz a porta-voz da organização em defesa da poligamia, Mary Potter. Até o governador do Estado entrou na polêmica ao dizer que a poligamia deveria ser entendida como uma opção religiosa.Fonte:www.jesussite.com.br

O JESUS MÓRMON


Estudos de Seitas      Apologética       Mormonismo
O Jesus Mórmon
Publicado em 3/9/2007

Extraído do livro: A Ilusão Mórmon
O Jesus mórmon não teve nascimento virginal, é irmão espiritual de Satanás; não foi Deus desde a eternidade, não é um em natureza, essência e substância com Deus Pai e com o Espírito Santo. Sua salvação não pode levar a pessoa ao "céu mais alto"; é necessário que a pessoa também faça boas obras. O Jesus mórmon é um Jesus falso, um Jesus que não existe a não ser como parte da ilusão mórmon.

Satanás pode dar "bons sentimentos" ou "experiências espirituais" aos que adoram este Jesus, porque Satanás produz imitações do tipo "anjos de luz" de Jesus para enganá-los. Mas o Jesus mórmon definitivamente não é o Senhor Jesus Cristo, bíblico, vivo, ressurreto em corpo, Deus da eternidade, Criador de todas as coisas (João 1:3). Não importa quanto o mórmon ame ao Jesus que ele conhece e à ele preste homenagem, é tolice fútil e fatal. E a doutrina do Deus-Adão de Brigham Young teve grande papel na formação deste Jesus falso do mito mórmon.

Os mórmons às vezes afirmam que Brigham Young não quis dizer que Adão era Eloim, mas sim um homem que atingiu a divindade em algum outro planeta. Eles podem também acrescentar que era Eloim que foi apresentado como o Deus que teve relações sexuais físicas com a "virgem" Maria, e não Adão. Parece fazer pouca diferença para os mórmos que Brigham Young repetidas vezes tenha dito e ensinado que "Adão é o único Deus com quem devemos lidar"; parece fazer pouca diferença que os líderes mórmons que o ouviram, citaram-no dizendo isto repetidas vezes; pareve fazer pouca diferença que muitos deles tenham falado em adorar este Deus-Adão como seu único Deus. Os mórmons que ouviram Brigham Young e o citaram criam que ele queria dizer que Adão era o "Deus" que teve relações sexuais com Maria e que Adão era o pai de Jesus Cristo - não em algum conceito espiritual, mas fisicamente. Depõe contra os mórmons modernos presumir corrigir seu profeta e todos os seus líderes agora, quando Brigham Young não os corrigiu então.

Ainda que Young na verdade tenha querido dizer que Eloim, um Deus de carne e sangue, teve relações sexuais físicas com a "virgem" Maria, isto ainda é uma afirmação blasfema. Isto significa que Maria não era virgem quando Jesus nasceu, como a Bíblia o afirma. Deus violou os direitos conjugais de José forçando-lhe um relacionamento adúltero - a própria coisa que ele proíbe - com Maria. Deus não viola seus próprios mandamentos! Que Deus tenha misericórdia daqueles que ousam abaixar-se tanto em desonrá-lo e à sua Palavra para salvar a Brigham Young! Jesus nasceu por milagre do Espírito Santo que capacitou a virgem Maria a conceber, não por via de relações sexuais físicas com um Deus namorador!

A propósito, Adão não existia antes de ser criado. Como Deus diz claramente, primeiro vem o natural, depois o espiritual (ver 1 Coríntios 15:46). Quando Jesus disse: "Antes de Abraão EU SOU", estava declarando que antes de Abraão existir, Jesus era o Deus Eterno! Certamente, Abraão existiu fisicamente antes do homem Jesus. Jesus como Deus, existiu desde a eternidade.

Deus ama aos mórmons e eu também. O que posso fazer é orar para que o bisturi da verdade contenha a anestesia de seu amor à medida que ele usar estes fatos para operar os corações dos mórmons que honestamente desejam conhecer a verdade.

Com pesar genuíno, mas com certeza absoluta, repetimos: ao negar, a igreja mórmon, a doutrina do Deus-Adão faz de Brigham Young um profeta falso. Isto significa que a igreja dos Santos dos Últmos Dias é falsa. Aceitar tal doutrina é rejeitar a Bíblia e o bom senso. Também nega o profeta e presidente, Spencer W. Kimball.

Estes fatos deixam os seguidores mórmons sem saída. Deus não quer que os mórmons se desesperem, mas deseja que se lhes abram os olhos para o Senhor Jesus Cristo bíblico. Ele os ama e quer salvá-los do pecado e do inferno e da ilusão do mormonismo e do seu falso Cristo antes que seja eternamente tarde demais. Santanás sempre tem uma resposta, razão pela qual a maioria dos cultos basicamente nunca mudam, mesmo quando totalmente expostos. Entretanto, Deus revelar-se-á aos mórmons honestos que buscam e que estão dispostos a encarar os fatos e não tentar fugir da verdade escondendo-se por trás de seu "testemunho" ou de seu "queimor no seio" (ver capítulo 13) ou algumas das respostas inteligentes mas desonestas de Satanás.

A "revelação" mórmon tem levado seus "profetas" e seu povo a um labirinto de contradição impossível, de confusão e de dissimulação. Por favor, não se desespere. Volte-se para o Senhor Jesus Cristo e ele o salvará e curará seu coração partido. O Senhor Jesus Cristo bíblico, que eternamente é Deus, dar-lhe-á algo mil vezes mais doce do que o mormonismo ou o Jesus mórmon jamais poderiam dar. A salvação dada por Cristo (que corresponde à exaltação mórmon) é um dom (veja Romanos 6:23). Invoque o nome do Senhor Jesus Cristo para salvá-lo (veja Romanos 10:13), creia que Ele o fez, e vocé pode ter a certeza de estar salvo agora (veja 1 João 5:13).Fonte:www.jesussite.com.br

sexta-feira, 26 de março de 2010

FILME; MATANDO O VELHO HOMEM


DEUS SEMPRE COLOCA UM ANJO A PROCURA DOS PERDIDOS

PROCURA-SE UM HOMEM, ESPECIFICAMENTE, UMA TESTEMUNHA DE JEOVÁ SEM IDENTIDADE

O proprietário do blog, Amanhecer da "Verdade" colocou um comentário em meu blog pedindo explicação sobre um assunto: Se há punição eterna para o ímpio? Eu, para que o interrogante ficasse muito bem informado, convidei um amigo para tirar todas as dúvidas dele, acontece que ele fugiu do debate, será por que? É que a seita Testemunha de Jeová não é cristã, e provavelmente não tem argumentos para debater com um cristão. O procurei no blog dele, quando cheguei lá, não encontrei nem um tipo de identificação, a não ser para você clicar em uma figura que ia dar no site da seita, e curioso, ele fala que já foi evangelico e que um tal de Mauricio o convenceu a ser Testemunha de Jeová; outro fato curioso, ele fala numa postagem que quem não aceitar a verdade dele é bom que nem entre lá. Porisso que me orgulho de ser cristã, porque somos livres, Jesus já nos libertou na cruz do cálvario. Lá não encontrei nem onde deixar um comentário, tão pouco um recado, e por que eles saem nos blogs dos outros perguntando todo tipo de heresia, se depois não têm coragem de enfrentar as respostas.? Convidei todos os meus amigos, todas as redes sociais que participo, em fim, quiz fazer um debate digno de qualquer pessoa acompanhar, só que, o individuo sumiu sem deixar rastro. Quando não temos coragem ou argumentos para algo, não devems sair por aí se metendo onde não deve. Se a sua seita não admite debates, não procure. Só te peço, não saia por aí pregando suas mentiras para levar as pessoas ao inferno junto com você, se realmente é verdade que já foi um evangélico, então conhece o cristianismo e tenho certesa de que têm vontade de voltar, pois se não tivesse, não sairia por aí procurando sites cristãos para ver. Se quizer voltar, volte enquanto é tempo, arrependa-se ainda têm solução para o seu caso, mais volte logo, Jesus está voltando e te ama, pois ele veio para os doentes e está de braços aberto para te receber de volta. Estou aqui a postos te esperando, ore e peça a Deus uma direção que ele vai te dar, não fique aí ligado a seitas errôneas que não vão te levar a lugar nenhum. By Lery for you procurando um perdido. Sim, ontem entraram 50 pessoas no meu blog querendo te conhecer.

VOU CONSULTAR O ANCIÃO PARA SABER SE DEVO VOLTAR

A QUEM FUI PROCURAR EXPLICAÇÃO PARA AS MINHAS DÚVIDAS!!!

quinta-feira, 25 de março de 2010

LERY DIZ AO TJ: SE NÃO SE CONVERTER AO CRISTIANISMO NÃO SERÁS SALVO POIS A SALVAÇÃO SÓ ATRAVÉS DE JESUS CRISTO

O COMPETENTO DO COLABORADOR DO UBE ELISEU ANTONIO GOMES RESPONDE AMANHECER DA VERDADE TESTEMUNHA DE JEOVÁ

Eliseu Antonio Gomes deixou um novo comentário sobre a sua postagem "TESTEMUNHA DE JEOVÁ RESPONDE AO PASTOR LIDER...":

Amanhecer da Verdade

Caro internauta sem nome,

O problema que eu vejo em você é está condicionado a não fazer contextualização.

Citei a carta de Pedro onde tartaro está traduzido como inferno. E nela cita-se os anjos caídos. Se você fizesse apreço ao contexto, entenderia que uma parte dos anjos estão presos e outra solta.

Não houve contradição alguma.

Identifique. Qual é seu nome? A comunicação em anonimato é crime no Brasil.

TETEMUNHA DE JEOVÁ DÁ O ENDEREÇO DO SEU BLOG MAIS NÃO REVELA SEU NOME

Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

Para saber quais traduções se referem estas siglas (ALA,JB etc) visite www.amanhecerdaverdade.blogspot.com


Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 25 de março de 2010 06:47

TESTEMUNHA DE JEOVÁ FALA SOBRE A TRADUÇÃO BÍBLICA JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA

Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

ALA e Al-significa tradução de João Ferreira de Almeida-um da traduções mais usadas


Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 25 de março de 2010 06:41

TESTEMUNHA DE JEOVÁ QUESTIONA O PRÓPIO DEUS E FALA QUE A BÍBLIA FOI ESCRITA POR PRIMITIVOS

Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

Há punição eterna para os ímpios?

Mat. 25:46, ALA: “Irão estes para o castigo eterno [“truncamento”, Int.; grego, kó·la·sin], porém os justos para a vida eterna.” (The Emphatic Diaglott reza “decepamento” em vez de “castigo”. Uma nota ao pé da página declara: “Kolasin . . . deriva-se de kolazoo, que significa, 1. Decepar; como no truncamento de ramos de árvores, podar. 2. Restringir, reprimir. . . . 3. Castigar, punir. Extirpar alguém da vida, ou da sociedade, ou mesmo restringir, é tido como castigo; — por conseguinte, surgiu este terceiro uso metafórico da palavra. Adotou-se a primeira acepção, porque concorda melhor com a segunda parte da sentença, preservando-se assim a força e a beleza da antítese. Os justos vão para a vida, os ímpios para o decepamento, sendo cortados da vida, ou para a morte. Veja 2 Tes. 1.9.”)

2 Tes. 1:9, ALA: “Sofrerão penalidade de eterna destruição,* banidos da face do Senhor e da glória do seu poder.” (*“Ruína eterna”, BJ, NAB; “perdição eterna”, CBC; “punição eterna na destruição”, Dy.)

Judas 7, Al: “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.” (O fogo que destruiu Sodoma e Gomorra cessou de arder há milhares de anos. Mas o efeito daquele fogo tem sido duradouro; essas cidades não foram reconstruídas. O julgamento de Deus, porém, não foi meramente contra aquelas cidades, mas também contra seus habitantes iníquos. O que lhes sucedeu serve de exemplo de advertência. Em Lucas 17:29, Jesus diz que eles foram ‘destruídos’; Judas 7 mostra que a destruição foi eterna.)


Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 25 de março de 2010 06:36

TESTEMUNHA DE JEOVÁ INSISTE NO DEBATE COM O COLABORADOR DO UBE

 Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

Por que há confusão sobre o que a Bíblia diz a respeito do inferno?

“Muita confusão e compreensão errônea foram causadas pelo fato de os primitivos tradutores da Bíblia terem traduzido persistentemente o termo hebraico Seol e os termos gregos Hades e Geena pela palavra inferno. A simples transliteração destas palavras por parte dos tradutores das edições revisadas da Bíblia não bastou para eliminar apreciavelmente esta confusão e equívoco.” — The Encyclopedia Americana (1942), Vol. XIV, p. 81.

Os tradutores permitiram que suas crenças pessoais afetassem seu trabalho, em vez de serem coerentes em verter as palavras da língua original. Por exemplo: (1) A versão de Matos Soares, 36.a ed., traduziu she’óhl por “inferno”, “terra”, “morte”, “habitação dos mortos”, “sepulcro”, “sepultura” e transliterou uma vez por “cheol”; haí·des é também traduzido ali tanto por “inferno” como por “habitação dos mortos”; gé·en·na também é traduzida por “inferno”. (2) A versão A Bíblia na Linguagem de Hoje traduz haí·des por “inferno”, “morte”, “lugar onde estão os mortos” e “mundo dos mortos”. Mas, além de traduzir haí·des por “inferno”, usa esta mesma tradução para gé·en·na. (3) A tradução do Centro Bíblico Católico traduz haí·des por “inferno”, “região dos mortos” e “morada subterrânea”. Traduz também gé·en·na por “inferno”, além de transliterar gé·en·na por geena. O significado exato das palavras na língua original fica assim obscurecido.


Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 25 de março de 2010 06:34

O TESTEMUNHA DE JEOVÁ RESPONDE AO COLABORADOR DO UBE ELISEU A GOMES

Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

2 - “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno (em grego tartaro), os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo” - 2ª Pedro 2.4.-disse nosso caro Elizeu

Estão vendo como essas pessoas entram em contradição facilmente, o leitor que tiver o minimo de discernimento perceberá que,como no texto acima,já que as religiões ensinam que o inferno de fogo é a punição pela maldade,eles se contradizem,afinal como pode estarem no inferno(tartaro) e só depois serem julgados,a lógica diz que é o contrário.E me desculpe mas me concentro sim em palavras, na palavra de Deus,não em filosofia grega/oriental como o inferno de fogo é.Você que é leitor desse blog e neutro,ou seja não sendo nem Testemunha ou Protestante,vai analisar como é ilógico esses argumentos do inferno.Mais uma vez,eles condenam para depois julgar.


Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 25 de março de 2010 06:24

LERY DIZ: AGORA O TJ SE CONVERTE AO CRISTIANISMO!!!!

O COLABORADOR DO UBE RESPONDE AO AMANHECER DA VERDADE REPONDE A MAIS UM COMENTÁRIO NA POSTAGEM 15 RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER UMA TESTEMUNHA DE JEOVÁ

   UBEEliseu Antonio Gomes deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

Caro anônimo (editor do Amanhecer da Verdade)

Você e todo testemunha-de-jeová, fiéis leitores ao conteúdo do periódico Sentinela, deveriam desprezar esta literatura e tudo o mais que a Sociedade Torre de Vigia publica e passar a ler só a Bíblia Sagrada. A Pessoa do Espírito Santo (que é Deus e não o vento), lhe iluminará e fará com que entenda a verdade que liberta.

Nós sabemos que nas Bíblias traduzidas ao português, e outros idiomas, inferno está transliterado, dos termos sheol, geena, hades e tartaros.

Você, e todo testemunha-de-jeová, deveriam deixar de fixar-se apenas em palavras. Recomendo que dobrem seus joelhos e orem pedindo a Jeová para dar-lhes sabeboria divina. Ele atenderá em nome de Jesus! E depois disso, recomendo que se esforcem para analisar sempre o contexto das palavras que encontram nas Escrituras. Ao fazerem isso, com facilidade perceberão que o inferno não é um estado de inconciência, é a existência consciente de punição eterna.

Cinco passagens bíblicas para você e todos os testemunhas-de-jeová meditarem:

1 - “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” - Hebreus 9.27.

2 - “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno (em grego tartarõo), os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo” - 2ª Pedro 2.4.
3 - “Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes” - Mateus 22.13.

4 - “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” - Mateus 25.41.

5 - “...e morreu também o rico, e foi sepultado. E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado” - Lucas 16. 22b, 23-25.

Abraço.

quarta-feira, 24 de março de 2010

AMAHECER DA VERDADE E O COLABORADOR DA UBE ELISEU A GOMES EM DEBATE

Amanhecer da Verdade deixou um novo comentário sobre a sua postagem "QUINZE RAZÕES PORQUE NÃO POSSO SER TESTEMUNH...":

Eliseu,quando disse influenciaram, me referia que no terceiro século quando já existia a igreja católica, e não existia a sua religião, deduzindo que seja protestante, as traduções estavam se multiplicando e onde aparecia as palavras sheol e hades eles traduziram erroneamente por inferno, mas felizmente para nós e infelizmente para o diabo, esqueceram de tr

aduzir alguns textos onde aparecia as palavras originais, por isso citei salmos 9:17,que em muitas traduções consta sepultura. E a respeito do seu entendimento sobre o significado da morte, concordo que aqueles que estão apartados de Deus estão “mortos”, o próprio Jesus disse isso – Lucas 9:60. Mas no pleno sentido da palavra, a morte significa :estado de inatividade, inconciencia- Ecles 9:5,6- Ecles 9:10. note que esse último texto algumas traduções vertem a palavra sheol por inferno, logo o inferno (sheol) é um lugar de inatividade, porque você acha que Jô orou para que Deus o mandasse para o inferno(sheol)? Jó 14:13- Salmos 6:5. Porque lá encontraria alivio do seu sofrimento. Faria sentido essas palavras se o sheol fosse fogo? Em apocalipse o próprio texto diz o que significa o lago de fogo, ou seja a segunda morte ou a morte eterna sem esperança de ressurreição. Me desculpe de fui irônico a outra vez, escolhi mau as palavras, mas pondere nessas coisas e encontraras a verdade. Pare e pense um pouco, se faz parte da personalidade de Deus punir as pessoas para SEMPRE num lugar assim por no Máximo 80 anos de pecado, e não me fale que a justiça de Deus é assim, por que um pai pecador nem pensaria em usar esse tipo de justiça contra um filho.
Abraços!!!




Postado por Amanhecer da Verdade no blog BLOG DA LERY em 24 de março de 2010 14:11

LERY DIZ : CADÊ O TJ AMANHECER DA VERDADE ! DESISTIU?

COMPLEMENTO DO COLABORADOR DO UBE ELISEU A GOMES

Errata: Você deve saber... No sentido espiritual, morte conota o estado da alma separa de Deus (Mateus 13.49-50; Romanos 9.3)

Retificação: Você deve saber... No sentido espiritual, morte conota o estado da alma separada
de Deus (Mateus 13.49-50; Romanos 9.3)

COMPLEMENTA O LIDER ELISEU

Para constar a todos os leitores que vieram a acompanhar estas postagens:

O Vale de Hinon e a prática do culto a Moloque, sacrifício humano no fogo, existiram bem antes do catolicismo romano.

Isto anula o argumento fraco do nobre testemunha-de-jeová quando diz que os tradutores da Bíblia foram influenciados pelo catolicismo romano.

O BLOGUEIRO EVANGELICO ELISEU A GOMES RESPONDE AO TJ


Eliseu Antonio Gomes disse...
Ao editor do Amanhecer da Verdade Estou com tempo e disposição para replicar tudo o que pensar e quiser dentro deste tema. Mas, por favor, se quer debater sobre o assunto, faça isso sem ironias. Você deve saber... No sentido espiritual, morte conota o estado da alma separa de Deus (Mateus 13.49-50; Romanos 9.3) No conceito dos judeus, e vindo aos cristãos, Sheol e Hades sempre tiveram o conceito do castigo. O pecado leva a morte! E morte remete a maldição gerada pelo pecado. A segunda morte não queima como queima o fogo que conhecemos. E nem possui o odor forte do enxofre. A chama e o metalóide são apenas simbologias de uma situação muito pior do que as queimaduras e a inalação caustica. O inferno é o lugar onde Deus jamais estará. A segunda morte tem a ver com a separação entre Deus e e as alams que pecaram consciente e prazeirosamente. Outro vocábulo que nos fala do inferno é Geena. A origem dessa palavra é a forma grega extraída do hebraico "ge hinom", que vem a ser Vale de Hinon. Era um lugar a sudeste de Jerusalém, ali sacrificou-se crianças no fogo ao falso deus Moloque (2º Reis 23.10). Depois que o culto horrendo deixou de ser praticado virou um lugar para incineração de lixo. Disso veio a tipologia do inferno com o fogo.

AMANHECER DA VERDADE CONTESTA O BLOGUEIRO EVANGELICO ELISEU

Amanhecer da Verdade disse... Quanto oportunismo, neste texto você concorda que o inferno se refere a sepultura ou reino da morte, em outros por conveniência o inferno muda de sepultura para fornalha. Não seria mais fácil dizer que não sabe do que distorcer a Bíblia. Até onde eu sei segundo o conhecimento que temos, a Bíblia fala se vários céus-(2Cor 12:2). Mas me mostra o texto onde fala de vários infernos para dar apoio ao que escreveu. Em Salmos 9:17 fala que os ímpios serão lançados no inferno(Trad.João F.A),mas outra tradução no mesmo texto fala que os ímpios serão lançados no túmulo(8° ediç.de Matos Soares). Qual das traduções esta exata? As duas, por que inferno e sepultura é a mesma coisa. Aliás a palavra inferno não aparece nos escritos mais antigos, muito menos inferno de fogo, e somente as palavras Sheol e Hades. Muitos tradutores da Bíblia em séculos passados deixaram que suas crenças influenciassem seu trabalho, porque muitos tinham formação católica ou já foram no passado. Em 2 tes.1:9 diz que sofrerão a penalidade da eterna destruição-(Trad.João F.A).Esta vendo, parem de se apoiar na parábola do rico e lazaro para dar realismo a uma mentira, essas parábolas são apenas parábolas ou seja história para dar ênfase a um assunto ou pensamento, ou você acha que um camelo passa pelo buraco de uma agulha. Para finalizar, qual é o salário pago pelo pecado? O tormento eterno ou a morte.-(Romanos 6:23)

O COLABORADOR DO UBE ELISEU ANTONIO GOMES RESPONDE AO COMENTÁRIO FEITO NA POSTAGEM QUINZE RAZÕES PARA EU NÃO SER UMA TESTEMUNHA DE JEOVÁ



Blogger Eliseu Antonio Gomes disse...
Caro editor do blog Amanhecer da Verdade. Você citou Apocalipse 20:13, que está escrito: "E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras." Resposta: Parece-me que você se equivoca pensando que todos ao morrerem já são lançados ao castido eterno. Saiba, ninguém perece sem antes passar pelo Dia do Juízo Final. Em nenhuma parte da Bíblia você encontrará afirmação dizendo que alguém morreu e sua alma é levada logo a seguir ao inferno do tormento. Esta ideia é errada, Não passa de invencionice humana, à la "teologia" do roteirista do bonitinho filme DE FICÇÃO Ghost - Do Outro lado da Vida (com Demi Moore, Patrick Swayse e Woopy Goldberg. Aos cristãos, o inferno (sheol, em hebraico; hades, no grego) simboliza o reino da morte. A realidade é outra: Por ordem de Deus, haverá ressurrurreição de mortos, daqueles que morreram impenitentes, no exercício do pecado. A morte terá que dar contas de todos que tragou. Estes, voltando à vida, se encontrarão com o Justo Juiz para a prestação de contas. E só após isso estas alamas serão condenados a sofrer eternamente. Para este sofrimento, a Bíblia Sagrada chama de segunda morte. Abraço.
23 de março de 2010 04:35

COMENTÁRIO EM PÁGINA PRINCIPAL DE AMANHECER DA VERDADE NA POSTAGEM QUINZE RAZÕES PARA EU NÃO SER UMA TESTEMUNHA DE JEOVÁ


Blogger Amanhecer da Verdade disse...
Querida conheci seu blog e aliás é muito lindo, parabéns. Mas estava vendo e me deparei ao que me toca, você colocou 15 motivos para não ser testemunha de Jeová, é verdade a bíblia ensina de uma forma clara seu ensinamentos, não entendo porque as pessoas complicam tanto, mas poderia ficar aqui refutando e provando com referencias bíblicas cada ponto que postou, mas no momento vou levantar uma questão, e essa ninguém até hoje, que fosse padre ou pastor conseguiu me explicar, se enrolaram mas não conseguiram, um do pontos segundo vocês que nós deturpamos a bíblia é a respeito do inferno de fogo, mas já fez um a pesquisa profunda com várias traduções sobre isso? Já procurou saber se essa palavra se originava das escrituras mesmo? Minha questão e essa ,por favor faça a gentileza e me responda, mas sem deturpar: Como explicaria a passagem de Apocalipse 20:13 que diz: "E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras."(tradução de João Ferreira de Almeida) Me diz, aqueles que estão no inferno , já foram julgados ou ainda serão? O inferno, segundo muitas religiões, é um lugar de tormento eterno e onde os iníquos irão cumprir sua pena. Não parece contraditório o que as religiões ensinam e o que a bíblia ensina. Se essa é a recompensa dos iníquos , por que então sairão de lá para serem julgados? Que justiça é essa que pune antes de julgar. Me responda,se conseguir!!!
21 de março de 2010 07:01

domingo, 21 de março de 2010

COMENTÁRIO DE ANÔNIMO PUBLICADO NA PÁGINA PRINCIPAL

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "A VERDADE SOBRE SEICHO-NO-IÊ":

a seicho no iê é tão pura e bela que não deveria chamar-se de Religião e sim de filosofia, as religiões servem apenas ao interesse de alguns homens aqui na terra, é ilusória e privativa... a seicho no iê é uma libertação mental e espiritual.
A bíblia é falha e não serve para analizar nem classificar nenhuma doutrina, para fazer isso Deus deu a cada um a sua mente e seu coração.

Gostaria muito que esse comentário não fosse apagado.


Postado por Anônimo no blog BLOG DA LERY em 21 de março de 2010 15:04 Você pode ter certesa que este comentário não será apagado, pois nesse blog  não uso postagens anônimas, pois quem publica anônimo é falso. A bíblia não é falsa, é a legítima Palavra de Deus. Mente vazía, oficina do diabo, este é o resultado da meditação.
 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti