sábado, 20 de fevereiro de 2010

CANÇÃO DO EXÍLIO - GONÇALVES DIAS




Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.


Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.


Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
 
Coimbra - julho 1843.


* - "Conheces a região onde florescem os limoeiros ?
laranjas de ouro ardem no verde escuro da folhagem;
conheces bem ? Nesse lugar,
eu desejava estar"
(Mignon, de Goethe)www.revistaagulha.com.br

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O GUARANi - CARLOS GOMES

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

NO MEIO DO CAMINHO - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.


Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
 
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
 
Tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

O PASSÁRO CATIVO- OLAVO BILAC






Armas, num galho de árvore, o alçapão
E, em breve, uma avezinha descuidada,
Batendo as asas cai na escravidão.
Dás-lhe então, por esplêndida morada,
Gaiola dourada;

Dás-lhe alpiste, e água fresca, e ovos e tudo.
Por que é que, tendo tudo, há de ficar
O passarinho mudo,
Arrepiado e triste sem cantar?
É que, criança, os pássaros não falam.

Só gorjeando a sua dor exalam,
Sem que os homens os possam entender;
Se os pássaros falassem,
Talvez os teus ouvidos escutassem
Este cativo pássaro dizer:

"Não quero o teu alpiste!
Gosto mais do alimento que procuro
Na mata livre em que voar me viste;
Tenho água fresca num recanto escuro

Da selva em que nasci;
Da mata entre os verdores,
Tenho frutos e flores
Sem precisar de ti!

Não quero a tua esplêndida gaiola!
Pois nenhuma riqueza me consola,
De haver perdido aquilo que perdi...
Prefiro o ninho humilde construído

De folhas secas, plácido, escondido.
Solta-me ao vento e ao sol!
Com que direito à escravidão me obrigas?
Quero saudar as pombas do arrebol!
Quero, ao cair da tarde,
Entoar minhas tristíssimas cantigas!
Por que me prendes? Solta-me, covarde!
Deus me deu por gaiola a imensidade!
Não me roubes a minha liberdade...
Quero voar! Voar!

Estas cousas o pássaro diria,
Se pudesse falar,
E a tua alma, criança, tremeria,
Vendo tanta aflição,
E a tua mão tremendo lhe abriria
A porta da prisão

PROFISSÃO DE FÉ - OLAVO BILAC

Não quero o Zeus Capitolino
Hercúleo e belo,
Talhar no mármore divino
Com o camartelo.

Que outro - não eu! - a pedra corte
Para, brutal,
Erguer de Atene o altivo porte
Descomunal.


Mais que esse vulto extraordinário,
Que assombra a vista,
Seduz-me um leve relicário
De fino artista.

Invejo o ourives quando escrevo:
Imito o amor
Com que ele, em ouro, o alto relevo
Faz de uma flor.

Imito-o. E, pois, nem de Carrara
A pedra firo:
O alvo cristal, a pedra rara,
O ônix prefiro.

Por isso, corre, por servir-me,
Sobre o papel
A pena, como em prata firme
Corre o cinzel.

Corre; desenha, enfeita a imagem,
A idéia veste:
Cinge-lhe ao corpo a ampla roupagem
Azul-celeste.

Torce, aprimora, alteia, lima
A frase; e, enfim,
No verso de ouro engasta a rima,
Como um rubim.

Quero que a estrofe cristalina,
Dobrada ao jeito
Do ourives, saia da oficina
Sem um defeito:

E que o lavor do verso, acaso,
Por tão subtil,
Possa o lavor lembrar de um vaso
De Becerril.

E horas sem conto passo, mudo,
O olhar atento,
A trabalhar, longe de tudo
O pensamento.

Porque o escrever - tanta perícia,
Tanta requer,
Que oficio tal... nem há notícia
De outro qualquer.

Assim procedo. Minha pena
Segue esta norma,
Por te servir, Deusa serena,
Serena Forma!

Deusa! A onda vil, que se avoluma
De um torvo mar,
Deixa-a crescer; e o lodo e a espuma
Deixa-a rolar!

Blasfemo> em grita surda e horrendo
Ímpeto, o bando
Venha dos bárbaros crescendo,
Vociferando...

Deixa-o: que venha e uivando passe
- Bando feroz!
Não se te mude a cor da face
E o tom da voz!

Olha-os somente, armada e pronta,
Radiante e bela:
E, ao braço o escudo> a raiva afronta
Dessa procela!

Este que à frente vem, e o todo
Possui minaz
De um vândalo ou de um visigodo,
Cruel e audaz;

Este, que, de entre os mais, o vulto
Ferrenho alteia,
E, em jato, expele o amargo insulto
Que te enlameia:

É em vão que as forças cansa, e â luta
Se atira; é em vão
Que brande no ar a maça bruta
A bruta mão.

Não morrerás, Deusa sublime!
Do trono egrégio
Assistirás intacta ao crime
Do sacrilégio.

E, se morreres por ventura,
Possa eu morrer
Contigo, e a mesma noite escura
Nos envolver!

Ah! ver por terra, profanada,
A ara partida
E a Arte imortal aos pés calcada,
Prostituída!...

Ver derribar do eterno sólio
O Belo, e o som
Ouvir da queda do Acropólio,
Do Partenon!...

Sem sacerdote, a Crença morta
Sentir, e o susto
Ver, e o extermínio, entrando a porta
Do templo augusto!...

Ver esta língua, que cultivo,
Sem ouropéis,
Mirrada ao hálito nocivo
Dos infiéis!...

Não! Morra tudo que me é caro,
Fique eu sozinho!
Que não encontre um só amparo
Em meu caminho!

Que a minha dor nem a um amigo
Inspire dó...
Mas, ah! que eu fique só contigo,
Contigo só!

Vive! que eu viverei servindo
Teu culto, e, obscuro,
Tuas custódias esculpindo
No ouro mais puro.

Celebrarei o teu oficio
No altar: porém,
Se inda é pequeno o sacrifício,
Morra eu também!

Caia eu também, sem esperança,
Porém tranqüilo,
Inda, ao cair, vibrando a lança,
Em prol do Estilo!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

REFLEXÃO

O justo viverá pela fé, e se ele recuar,  não terei prazer nele.

REFLEXÃO

Ainda que um exército se acampe contra mim,  não se atemorizará o meu coração. E se etourar contra mim a guerra, ainda assim terei confiança, uma cousa peço ao Senhor e o buscarei: Que eu possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida. Salmo 27- vers 3e 4 a. Aqueles que são do mundo, cogitam das coisas do mundo, mais os que são de Deus, cogitam das coisas de Deus.

SILAS MALAFAYA - SOBERBA

DEUS ESTÁ NO CONTROLE

REFLEXÃO

  • Conselhos de um verdadeiro Cristão:                                                                                                      finalmente,unidos com o Senhor e por meio da força do seu grande poder, sejam fortes, vistam-se de toda armadura que Deus dá a vocês, para ficarem firmes contra as armadilhas do diabo. Porque nós não estamos lutando com seres humanos, ou em outras versões fala: Não estamos lutando, nem contra a carne nem contra o sangue, mas contra as forças espirituais do mal, que vivem no mundo celestial, isto é, os governos, as autoridades e os poderes do universo, desta época de escuridão. Porisso peguem agora a armadura de Deus. Assim quando chegar o dia  de enfrentar as forças do mal, vocês poderão resistir aos ataques do inimigo e depois que lutarem até o fim, vocês continuarão firmes sem recuar. Portanto estejam preparados. Usem a verdade como cinturão, vistam-se com a couraça da justiça e calcem, o entusiamo para anunciar o evangelho da paz. E levem sempre a fé como escudo, para poderem se proteger de todas as flexas incendiadas do diabo. Recebam a salvação como capacete e a palavra de Deus como espada.  que o Espirito Santo dá a vocês. Façam tudo isto em oração, pedindo a ajuda de Deus. Por isso fiquem alerta. Não desanimem e orem sempre pelo povo de Deus. E orem também por mim. Efésios- 6 - de 10a18 O que Deus realmente quer de nós:  Que nós,o adoremos  em Espírito e em  Verdade. Niguém pode impedir o agir de Deus. By Lery to your blog                                                                                                                  

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

VENCENDO BATALHAS

EXPLICAÇÃO - ATENÇÃO

Quando fiz algumas postagens no meu blog, a respeito de pastores, não queria falar de pastores, que vivem fazendo o impossível para que a sua igreja sobreviva e nem daqueles que Deus dá a benção para que eles possam andar de avião, e sim, daqueles que ficam citando em seus blogs nomes de pastores mui queridos por nós, até porque,eu creio que quando compram aeronaves é em nome da denominação. Eles andam o país inteiro e até em outros países pregando a palavra de Deus,e fica muito cansativo andar de aeroporto em aeroporto procurando vôos e o trabalho não ia render tanto como tendo o "seu" próprio, e se as pessoas colaboraram, graças a Deus porisso. Só não concordo com aquele que ja vive na mídia secular. Veja se a mídia secular se atreve a falar dos aviões deles? Só não são respeitados por alguns do seu próprio meio, o que acho muito estranho. Se não possuimos o que muitas outras pessoas possuem é porque a  porção reservada por Deus não é igual para todos. Existem blogs que falam no intúito de brincadeira, estes sim,podem falar, porque seus blogs já foram criados para fazer humor. E aos que lutam pela sobrevivência de suas igrejas, fiquem tranquilos, na hora certa,Deus vai abençoar e exaltar. Não é próprio do servo de Deus contender, mas ser manso e humilde de coração. Queria você, fazer as obras sociais que eles fazem! Pense nisso amigo! queria você, formar a quantidade de missionários que eles conseguem formar, e tudo isso precisa de dinheiro, e gloria a Deus que  abençôa pessoas para contribuirem com estes ministérios. By Lery to your blog. Quem ler as postagens com atenção, vai entender a minha colocação.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

PARA REFLETIR - CHEGUE-SE AO INIMIGO

Então Joabe e seus soldados, avançaram para atacar, e os Sírios fugiram. Os Amonitas viram os Sírios fugindo e aí  eles também fugiram de Abisaí e voltaram para dentro da cidade. Então Joabe voltou para Jerusalém. Quando os outros viram que tinham sído vencidos, pelos Israelitas, mandaram buscar tropas que estavam do lado leste do Eufrates. Essas tropas eram comandadas por Sobaque, o comandante do rei Hadadezer de Zoba. Quando Daví soube disso, reuníu o exército israelita, atravessou o Rio Jordão e colocou as tropas de frente com os Sírios. A luta começou, e os israelitas fizeram os Sírios fugir. 1Crôn. cap 19-14a18.  Quem se afasta do adversário,corre o risco de ser contaminado por ele. Acorde, Jerusalém, acorde, levante-se. Isa-51-17. Acorde, ó Jerusalém, acorde e renove suas forças, pois os pagãos, aquela gente impura, nunca mais morarão com você. Is-52,vers 1 e 2.By Lery to your blog. A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança. Salmo 25-vers-14.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

JERUSALÉM E NAZARÉ

JEREMIAS É CHAMADO POR DEUS - O PROFETA CHORÃO

O Deus de Israel me disse: Antes do seu nascimento, quando você ainda estava no ventre da sua mãe, eu o escolhí e separei para que você fosse um profeta para as nações. Então eu disse: Senhor, eu não sei como falar, pois sou muito jovem. Mas Deus respondeu: Não diga que é muito jovem, mas vá e diga para o povo que eu o enviar e diga tudo que eu mandar. Não tenha medo de ninguém pois eu estou com você para protegê-lo, sou eu, Deus de Israel quem está falando. Aí Deus, tocou a mão nos meus lábios, e falou: Veja eu estou dando as mensagens que você deve anunciar. Hoje estou lhe dando poder sobre as nações e reinos poder para arrancar e derrubar, para destruir e arrasar para construir e plantar. Deus me perguntou: O qu é que você está vendo? respondí, um galho de amendoeira. E Deus me disse está certo; eu também estou vigiando para que as minhas palavras se cumpram. E Deus falou comigo novamente e perguntou? O que está vendo agora? respondí: Estou vendo no  norte uma panela fervendo e se derramando para o lado de cá. Então Deus disse: Do norte virá a destruição que se derramará em cima de todos os que vivem nesta terra. Eu vou chamar todas as nações do Norte, os reis dessas nações chegarão aquí e colocarão os seus tronos, na frente dos Portões de Jerusalém, em volta das suas muralhas, e também em volta das outras cidades de Judá. Vou castigar os seus moradores por causa das suas maldades. Eles me abandonaram, estão queimando incenso a outros deuses e adorando ídolos que fizeram com as suas próprias mãos. Jeremias, prepare-se e vá, diga a eles tudo que eu mandar. Não tenha medo deles agora, pois do contrário eu vou fazer com que fique com mais medo ainda. Quando estiver no meio deles. Escute Jeremias! todas as pessoas desta terra, isto é, os reis de Judá, as autoridades, os sacerdotes e o povo, vão ficar contra você. Mas hoje eu estou lhe dando forças para poder enfrentar essa gente. Você será como uma cidade cercada de muralhas, como um poste de ferro, como um muro de bronze. Eles não o derrotarão, pois estarei do seu lado para protegê-lo, eu, o Deus de Israel falei. Observo aquí, que Deus quando manda ele se responsabiliza, e faz tudo para que suas promessas sejam cumpridas. Quando falha, não foi Deus quem falou, foi profetada. Jeremias 1- By Lery

O FILHO PRÓDIGO

  • Certo homem, tinha dois filhos; O mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres. Passado, não muitos dias, o filho mais moço ajuntando tudo que era seu, partiu para outro país. Alí viveu uma vida cheia de pecado e desperdiçou toda a herança que havia recebido. Depois de gastar tudo, houve uma grande fome naquele país, e o rapaz começou passar necessidade. Então procurou um dos moradores daquela terra e pediu ajuda. Este o mandou para sua fazenda a fim de tratar dos porcos. Alí, com fome, ele tinha vontade de comer o que os porcos comíam, mas nem isso lhe davam. Caindo em sí, penssou: "Quantos trabalhadores do meu pai têm comida de sobra e eu estou aquí morrendo de fome"! Vou voltar para a casa do meu pai e dizer: Pai, pequei contra Deus e contra o senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho, aceite-me como um dos seus trabalhadores. Então saíu dalí e voltou para a casa do pai. Quando o rapaz ainda estava longe de casa, o pai o avistou. E, com muita pena do filho, correu e o abraçou e beijou. E o rapaz disse: Pai, pequei contra Deus e contra o senhor, não mereço mais ser chamado de seu filho! Mas o pai ordenou aos empregados; Depressa! tragam a melhor roupa e vistam nele. Ponham nele um anel e sandálias. Também tragam e matem um bezerro gordo. Vamos comemorar e festejar porque este meu filho estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi achado. E começaram a festa. Enquanto isso, o filho mais velho estava no campo. Quando voltou, chegou perto da casa e ouviu a música e o barulho da dança. Ele chamou um dos empregados e perguntou: Que é isso? O empregado respondeu: O seu irmão voltou para casa vivo e com saúde. Porisso seu pai mandou matar o bezerro gordo. O filho mais velho ficou zangado e não quiz entrar. Então o pai veio para fora e insistiu que entrasse. Mas ele respondeu: Faz tantos anos que trabalho como um escravo para o senhor e nunca desobedecí a uma ordem sua. Mesmo assim o senhor nuca me deu ao menos um cabrito para eu fazer uma festa com o meus amigos. Porém esse seu filho, desperdiçou tudo o que era do senhor, gastando com mulheres perdidas. E ele agora volta, e o senhor manda matar um bezerro gordo! Então o pai respodeu: Meu filho você está sempre comigo, e tudo que é meu, é seu. Mas era preciso fazer esta festa para mostrar a nossa alegria. Porque este seu irmão estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi achado. Lucas 15- 11,31. Blog da Lery. Por Lery.  Eu fico imaginando quem seria este filho pródigo nos dias de hoje, e creio, que seria um jovem que nasceu e se criou em um lar cristão evangelico. com todos os aparatos dos seus pais, recebendo todas as doutrinas de sua igreja, como também no lugar que Deus reservou para ele, recebendo um ministério, e fazendo a vontade de Deus. Rebelando-se, abandonou o seu lar, a sua igreja, e passou habitar em outros lares os quais não é o local para onde foi chamado, começando desfazer tudo o que Deus planejou para sua vida; depois ele volta para a casa do pai e o mesmo lhe recebe de braços abertos e faz uma grande festa. Digo assim, pois Jesus, quando falou esta parábola, falou com os que estavam no meio dele, e não, com quem estavam no Egito. Pois de que vale ter tudo, e não está, no lugar que Deus reservou para nós. Medite e veja, em que lugares você anda habitando. Nem todos que estão em Israel, são israelitas.    by Lery para o seu blog                                                                                       
 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti