sábado, 23 de janeiro de 2010

O LEGADO DOS AMALDIÇOADOS UMA BREVE HISTÓRIA DO HAITI

 

Ban-Ki-moon visita a cidade destruída
Sob os escombros de sua tragédia, o Haiti carrega o fardo de uma trajetória sabotada. Compreender historicamente como esta região foi sistematicamente arrasada é a única maneira de evitar que se pense, como fez o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que uma maldição se abateu sobre aquele país. Um breve panorama nos permite ver a injustiça contra um povo que tem um legado bendito para toda a América.
A região onde se encontra o Haiti viu, ao longo dos séculos, o massacre de sua população indígena, a escravização de negros trazidos pelo tráfico, a divisão artificial em domínios fabricados ao gosto do colonizador (espanhol e francês), sua separação definitiva em dois – Haiti, de um lado, República Dominicana, de outro –, as tentativas de reconquista colonialista, a permanente intervenção norteamericana e frequentes golpes de Estado, entre eles o que deu origem a uma das ditaduras mais abomináveis que se pode mencionar (de Papa Doc e Baby Doc, de 1957 a 1986).
Esta é a herança que antecipa a extrema dificuldade que haverá para por novamente de pé um país que teve frustradas suas tentativas de construção autônoma e democrática do Estado.
A tragédia que fez o Haiti desabar é mais um golpe sobre um povo com o qual toda a América Latina tem uma dívida histórica. Trata-se de um legado muitas vezes esquecido, calcado em lutas tornadas inglórias. O Haiti foi promotor dos ideais da Revolução Francesa, da luta contra a escravidão, do anti-colonialismo e do americanismo bolivariano.
A região onde hoje se localiza o Haiti e a República Dominicana compunha o complexo das Antilhas, que havia se tornado, no século XVIII, o principal concorrente do açúcar brasileiro. Celso Furtado, no clássico “Formação Econômica do Brasil”, mostrou o impacto que causou o açúcar antilhano, mais barato que o brasileiro, para a decadência daquele ciclo.
Ao final do século XVIII, ajudado pelo desenrolar da Revolução Francesa, a ilha (antes unificada sob o nome de Santo Domingo) foi sacudida pela revolta dos escravos. Confrontados com um povo que reclamava os próprios ideais proclamados pelos revolucionários, os franceses se viram obrigados a reconhecer o fim da escravidão. O fizeram como se fosse uma concessão, embora não houvesse outra opção. Para além da moral revolucionária, os franceses estavam diante de um levante de uma população negra organizada e armada para defender sua república. Enfrentá-la demandaria mobilizar forças que eram essenciais para defender a própria França da invasão estrangeira, patrocinada pelas demais monarquias européias, aliadas ao rei deposto (Luís XVI).
Ao criar uma área livre de escravos, Santo Domingo provocou um efeito importante sobre toda a América. Criou o medo de que sua revolução se espalhasse, mostrou que era possível sobreviver sem escravismo e que se podia confrontar e vencer Napoleão (que queria reconquistar aquele território e trazer de volta a escravidão). A Inglaterra, que vivera a experiência de intensas rebeliões de escravos na Jamaica, conjugou razões suficientes que a levaram a capitanear a luta contra o tráfico: o abolicionismo, o liberalismo e a geopolítica de contenção do domínio francês. Em 1815, o Congresso de Viena, que formalizou a derrota napoleônica, trouxe como uma de suas resoluções a da extinção do tráfico de escravos (mesmo que limitada ao norte do Equador).
Os haitianos foram parte importante do processo que transformou o trabalho assalariado em opção mais vantajosa de exploração do trabalho do que a escravidão. Tornaram a abolição não apenas uma questão moral, filosófica e retórica, mas um tema político de primeira grandeza.
O Haiti foi base de apoio a Bolívar em sua luta pela libertação da América espanhola e portuguesa. O país lhe emprestou soldados, armas e munição, com uma única condição: a de Bolívar libertar escravos onde quer que os encontrasse. A mesma generosidade o levou a apresentar-se como opção para receber negros libertos vindos do Sul dos EUA.
No século XIX, o país foi diretamente afetado pelas doutrinas que propugnavam a supremacia dos EUA sobre todo o continente: a doutrina Monroe (“a América para os americanos”) e a do “destino manifesto”. No século XX, tal política se desdobrou em prática de intervenção sistemática, sendo cunhada por Theodore Roosevelt como o “big stick” (“o grande porrete”).
A política colonialista européia e, depois, americana pesaram sobre o Haiti como uma sistemática sabotagem à estruturação de um Estado igualitário, soberano e capaz de servir como alavanca para o desenvolvimento de seu povo. É curiosa a tese de Samuel Huntington (“O Choque de Civilizações), reproduzida por alguns jornais, de que o Haiti isolou-se do resto do mundo. Infelizmente, ele não teve esta chance.
A falta de Estado explica, agora, a falta de estruturas minimamente preparadas para socorrer pessoas diante da atual tragédia. Consequência imediata: um país que, após o terremoto, tornou-se um retrato daquilo que Thomas Hobbes chamou de Estado de natureza: a luta de todos contra todos, pela sobrevivência imediata. Uma situação em que a vida se torna, mais uma vez citando o filósofo inglês, solitária, pobre, suja, brutal e breve.
Bendito seja o Haiti!
Antonio Lassance é cientista político, pesquisador do IPEA, professor do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) e assessor da Presidência da República.

EXISTE HIERARQUIA DE DEMÔNIOS?

O Que a Bíblia Diz?
Existe hierarquia de demônios?

Quando os discípulos de Jesus não conseguiram expulsar um demônio, Jesus lhes explicou: "Esta casta não pode sair senão por meio de oração [e jejum]" (Marcos 9:29). Paulo falou sobre a consumação da missão de Jesus, dizendo: "E, então, virá o fim, quando ele entregar o reino ao Deus e Pai, quando houver destruído todo principado, bem como toda potestade e poder" (1 Coríntios 15:24; veja, também, Efésios 1:21; 2:2; Colossenses 2:10). Apocalipse 12:7 se refere ao "dragão e seus anjos". Tais passagens sugerem algumas diferenças de autoridade no reino das trevas, dominado por Satanás.
Deus diz que devemos resistir o diabo: "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo" (1 Pedro 5:8-9). "Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (1 Tiago 4:7).
Algumas pessoas, no seu desejo de aprofundar nas coisas que Deus não revelou (veja Deuteronômio 29:29), têm procurado explicar muito mais sobre o reino das trevas do que encontramos na Bíblia. Paulo nos alertou sobre essa tendência de se mostrar superior por falar de coisas que não vêm do Senbor: "Pois quem é que te faz sobressair? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te vanglorias, como se o não tiveras recebido?" (1 Coríntios 4:7). Tais pessoas são enfatuadas, "sem motivo algum, na sua mente carnal" (Colossenses 2:18-19).
O fato é que nós devemos nos preocupar muito mais com Deus do que com o diabo. Somos servos do Vencedor, não do derrotado! É simplesmente incrível ver como alguns pregadores falam tanto sobre o diabo e ainda alegam ser seguidores de Jesus. Imagine um homem casado sempre falando de outras mulheres na sua própria casa. A mulher não aceitaria tal atitude. Será que Deus se agrada de igrejas obcecadas com o adversário?
A escassez de informações nas Escrituras sobre demônios nos lembra de um fato importante. Deus não revelou tudo que gosta-ríamos de saber, e sim tudo que precisamos saber. A Bíblia não responde às curiosidades do homem, e sim às necessidades dele. O que nós precisamos não é o pleno conhecimento do inimigo, mas o "conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude". Assim, podemos nos tornar participantes da natureza de Deus, nos livrando "da corrupção das paixões que há no mundo" (2 Pedro 1:3-4).
Eu não preciso entender tudo sobre as forças do mal para saber como resistir o diabo. Não adianta perder tempo procurando informações não reveladas sobre Satanás, quando já sabemos que Jesus é mais forte e infinitamente melhor. Os pregadores obcecados com o diabo tiram os pensamentos das coisas "lá do alto" e deixam os adeptos pensar nas coisas do reino das trevas. Podem fazer um bom espetáculo mostrando sua suposta intimidade com os demônios, mas não edificam a ninguém e não exaltam a verdade do Senhor.
-por Dennis Allan

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O QUE SIGUINIFICA PREDESTINAÇÃO?





PredestinaçãoOneRiotYahooAmazonTwitterdel.icio.us

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Calvinismo
John Calvin.jpg
João Calvino
Bases históricas:

Cristianismo
Agostinho de Hipona
Reforma
Marcos:

A Institutio Christianæ Religionis de Calvino
Os Cinco Solas
Cinco Pontos (TULIP)
Princípio regulador
Confissões de fé
Influências:

Teodoro de Beza
Sínodo de Dort
Teologia puritana
Karl Barth
Igrejas:

Reformadas
Presbiterianas
Congregacionais
Predestinação, é um conceito teológico, também relacionado a filosofia, que trata do relacionamento de Deus e o homem, no sentido de que Deus consegue prever ou até decidir previamente os acontecimentos no tempo e no espaço utilizando de Sua absoluta soberania e onisciência. Segundo algumas correntes teológicas, esta capacidade que Deus possui não significa que Ele tem que usá-la na sua totalidade, abrindo assim espaço à actuação livre do Homem.

Índice

[esconder]

[editar] Conceitos

A predestinação divina, comum no monoteísmo, é no cristianismo relacionada a onisciência de Deus sabendo previamente tudo o que vai acontecer, no que se refere à salvação de uns e a não salvação de outros, sendo um tema dos ensinamentos de Agostinho de Hipona e de João Calvino. Para S. Agostinho a salvação não dependeria dos próprios seres humanos, mas sim de uma intervenção divina, da graça divina, algo que seria absolutamente necessário para a salvação. Dessa maneira, pode-se dizer que os "condenados" são nalguma medida escolhidos por Deus, ou melhor, os "não-escolhidos". Tais argumentos foram levantados por exemplo na Inquisição espanhola, no final do século XV.
Os cristãos entendem a doutrina da predestinação como a salvação que Deus planejou para os homens. A doutrina, na perspectiva de Deus, salva aqueles que Ele já escolheu desde a eternidade, pondendo até, segundo algumas correntes teológicas, escolher toda a humanidade; e por outro lado, na perspectiva humana, em que cada pessoa, sendo livre, é responsável pela sua escolha de aceitar ou rejeitar a Deus e à sua graça. As opiniões sobre a predestinação no cristianismo variam dando ênfase a uma ou a outra perspectiva.
A predestinação também é associada a outras teorias materialistas, espiritualistas, politeístas, destino, carma, convicções filosóficas e outras religiões, numa perspectiva de que se o futuro é imutável então somente um grupo de eventos podem ocorrer, outros teorizam que qualquer evento é imprevisível e ocorrem por pura sorte ou acaso.

[editar] Predestinação Absoluta de Calvino

A doutrina da predestinação está particularmente associada ao Calvinismo. A predestinação é um elemento que descende da teologia de João Calvino. Dentro do espectro de crenças quanto à predestinação, é no Calvinismo que possui sua forma mais enfática entre cristãos. Ensina que a predestinação de Deus é fruto de sua onisciência, como presciência, cuja qual, Ele rege de acordo com a Sua vontade e absoluta soberania, em relação as pessoas e acontecimentos. E numa forma insondável, por muitas vezes não compreensível ao nosso entendimento, Deus age continuamente com liberdade total, de forma a realizar a Sua vontade de forma completa.
Por outras palavras, o Calvinismo baseia a sua doutrina da predestinação na perspectiva de que Deus predestina previa e absolutamente a humanidade, escolhendo entre os homens aqueles que irão salvar-se e aqueles que vão ser condenados. Esta doutrina protestante tira ao Homem qualquer possibilidade de rejeitar ou aceitar livremente a graça divina, ao contrário do Catolicismo.

[editar] No Catolicismo

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Doutrina da Igreja Católica e Graça
Na doutrina católica, a predestinação, além da perspectiva de Deus, baseia-se também na perspectiva de que o Homem, sendo criado livre por Deus, tem a capacidade de aceitar ou rejeitar a graça divina da salvação. Logo, a graça divina e o livre-arbítrio humano, que aliás é um dom de Deus, estabelecem-se entre si uma relação de colaboração indissociável. Apesar da vontade divina de salvar toda a humanidade através do mistério pascal de Jesus, o Homem pode livremente recusar a salvação e a santidade oferecidas por Deus.[1].
Sobre a onisciência divina, que assume um papel importante na predestinação, Eusébio Pânfilo, um Padre da Igreja, afirmou que: "o conhecimento prévio dos eventos não é a causa de que tenham ocorrido. As coisas não ocorrem [somente] porque Deus sabe. Quando as coisas estão para ocorrer, Deus o sabe"[2]. Sobre este assunto, Santo Agostinho, acrescenta que: "assim como você, pelo exercício da memória, não obriga a ocorrência dos eventos passados, tampouco Deus, por sua presciência, obriga a ocorrência dos eventos futuros" [3]. Logo, Deus, apesar de saber previamente os acontecimentos futuros, dá ao Homem a possibilidade de modificá-los e de criar uma nova versão do futuro, que aliás Deus também já consegue prevê-la.

[editar] Fontes Biblicas

IMAGENS DO TERREMOTO NO HAITÍ


CATÁSTROFE NO HAITI- PRINCÍPIO DAS DORES OU INICIO DA GRANDE TRIBULAÇÃO?

É um assunto muito complexo, mas vou arriscar e dar minha opinião. Levando em conta que ha dois mil anos já se falava que estava perto do fim, eu suponho que o princípio das dores foi na Segunda Guerra Mundial, onde morreram milhares de pessoas, e Hitlher se apresentou como a verdadeira encarnação de satanás. A tragédia do Haití já pode ser o começo da Grande tribulação, pois o papa já está se manifestando, falando que o Ecumenismo é necessário, uma das grandes caracteristicas do fim. Ecumenismo, rumores de guerra, terremotos etsc.Houve uma grande catástrofe ha poucos anos que foram as tsunames, onde também devastou não só uma, mais várias cidades. O ante-cristo pode já está se manifestando através das Super Potências, levando em conta que o mesmo sairá em meio a plíticas e políticos, e provavelmente nações. Só nos resta, mostrar as pessoas estas verdades para que elas achem necessidade em aceitar Jesus na sua vida, para não aparecerem no inferno e se deparar com satanás, pois só Jesus é a Salvação, pelo seu sacrifício na cruz do calvário. O príncipe que domina a cidade do Haiti já está em Grande guerra com os anjos do Senhor pois segundo o livro de Daniel capitulo 10 cada país tem seu príncipe dominador como quando Daniel passou 21 dias orando, Deus mandou um anjo e ele não pode passar para socorrer Daniel, pois o príncipe que cruzava os céus da Pérsia não permitia, foi que, Deus mandou o Arcanjo Miguel, que é o defensor de Israel, e já venceu todos os pricipados e potestades, na cruz do calvário. E miguel chegou e falou para Daniel porque ele não tinha sido sorrido antes, pois além do príncipe entre aspas, da Pérsia ainda estava chegando o da Grécia. Mas O Arcanjo venceu a todos e cumpriu a missão. Não é diferente nem no Haiti, e nem em em outro lugar porque cada país, cada cidade têm seu prícipe dominador que governam através de pessoas eleitas e escolhidas para determinados cargos. Eu chega sinto o tinir das Espadas dos Anjos do Senhor guerreando pelo Haití. Se não entender, peça sabedoria ao Senhor e entenda, pois essa matéria é muito espiritual, só com a ajuda de Deus será revelada e entendida. Leam minhas postagens sobre os demonios e entenderá, muita coisa, pois o mundo jáz no malígno e Deus só socorre através da oração e da convenção no salvador da humanidade. Cristo Jesus. Veja bem, tudo isso só acontece com a permissão de Deus, não porque Deus seja mal, mais para que aconteça o resgate. Segundo um pastor Americano  Robertson Blames,o Haiti fez um pácto com o demonio a 200 anos atrás, para se defenderem dos Franceses, e quem faz pacto com ele fica escravo dele. Então satanás, pede o Haití e Deus permite, para que as gerações aprendam a se achegarem a Deus e não ao demonio. Deus de Israel só o Senhor conhece meu coração, e és meu pai, meu julgador. Amem!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A MINÍSTRA DILMA ROUSSEFF ADIA LANÇAMENTO DE PROTEÇÃO À LIBERDADE RELIGIOSA

O Projeto do Programa Nacional de Direitos Humanos(PNDH) do Governo Federal, já causou polêmica entre militares, juízes, latifundiários, sem- terra, empresário de comunicação e  agora com os evangélicos e com os praticantes de candomblé. O Lançamento do Plano Nacional de Proteção à Liberdade Religiosa, que faz parte do (PNDH) e previsto para esta quarta feira, foi adiado sob alegação de " Revisão de pontos jurídicos". A ordem para o cancelamento foi dado pela Minístra-Chefe da Casa Civil e pré-candidata a Presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff. A avaliação política ao adiantamento é que a Ministra Dilma, quer evitar choques entre Igreja Católica e Evangélicos em um ano eleitoral. O Plano de Liberdade Religiosa, que tem o aval da Secretaria de Liberdade Racial, prevê a legalização fundiária de imóveis ocupados por terreiros de macumba e o Tombamento Cultural dos centros de umbanda. Fonte desta notícia- Notícias Cristãs.

UMBANDISTAS PEDEM NA CÂMARA DIREITOS E FALAM QUE SÃO DISCRIMINADOS POR RELIGIÕES

Ontem dia 20 de janeiro, quando é comemorado na igreja católica o dia de são Sebastião, nos terreiros de umbanda é comemorado o dia de oxoce, onde a cultura africana diz ser o mesmo. Umbandistas pediram a câmara de deputados, para serem legalizados, pois são discriminados por diversas religiões. Alegaram que as Leis brasileiras permitem pluralidade de religiões. O Câmara Hoje, noticiou que existem dez mil terreiros de umbanda no Brasil, mais só três são legalizados. Graças a Deus que o número de Igrejas Evangélicas é bem maior. O que achei interessante é que eles falaram, que, tem religiões, que vão fazer cruz de sal na porta de terreiros, mas esqueceram de falar dos despachos de macumba que eles colocam nas portas das pessoas, nas encruzilhadas nas ruas, nos cemitérios, e etc. Gente, a Guerra Espiritual é grande, temos que nos revestir das Armaduras de Deus como fala em Efésios 6-10 em diante. A quantidade de anjos que Deus têm que mandar todos os dias para acampar ao nosso lado para nos defender do mal é grande. Temos que tomar posse das promessas do Salmo 91, e agradecer ao nosso Deus por nos guardar. Na postagem abaixo está o número de Igrejas Evangélicas existentes no país. Jesus, cobre-me com o teu sangue! O teu nome é Poderoso ó Santo de Israel.

NÚMERO DE IGREJAS EVANGÉLICAS É MAIOR DO QUE O NÚMERO DE TERREIROS DE UMBANDA

Quantas Igrejas Evangélicas existem no Brasil?

E-mail Imprimir PDF
Fonte: IBGE
Análise e Gráficos: SEPAL Pesquisas

Esta é uma pergunta de difícil resposta. Como ter um número exato num país tão grande e com tanta diversidade?

Podemos fazer uma estimativa a partir de dados fornecidos pelo IBGE e de números encontrados em algumas pesquisas realizadas nos últimos anos.


Quantidade de evangélicos no Brasil


Em 2000, o Censo Demográfico do IBGE contou 26.184.942 evangélicos no país e uma TCA (taxa de crescimento anual) de 7,43%. Isso significa que de 1991 a 2000 a cada ano houve um aumento de 7,43%.

Com esses números podemos fazer projeções para atualizar essas informações anualmente. Notem que esses números são "projeções" que poderão ou não ser confirmadas no próximo censo. Serão confirmadas se o crescimento anual de evangélicos permanecer estável, ou sofrerão alteração para baixo ou para cima de acordo com a diminuição ou aumento da TCA de evangélicos no país durante esta década.

Sendo assim, podemos dizer que, em 2004, os evangélicos seriam 34.872.210, ou seja 20,3% da população brasileira.

 a parte em vermelho corresponde à projeção do número de evangélicos no Brasil
 

Média de freqüência nas igrejas

Em 2002, fizemos pesquisas em várias cidades do país de tipos diferentes, tanto grandes cidades, como cidades do interior e vilarejos. Essas pesquisas indicaram que 6,5% da população brasileira que se dizia evangélica frequentavam a igreja num domingo típico, o que correspondia a 70 pessoas por igreja.

Existem igrejas com freqüência muito maior, mas também existem igrejas com freqüência muito menor do que essa, portanto,  70 pessoas seria a média estimada de pessoas presentes num culto aos domingos.


Média de evangélicos por igreja


Nesse mesmo ano, 2002, a porcentagem de evangélicos no Brasil era 17,22% o que nos leva a concluir que:
  • 70 pessoas corresponde a 6,5% de evangélicos que freqüentam os cultos aos domingos
  • se 70 corresponde a 6,5%, quantos correspondem a 17,22% da população que seria evangélica no país?
  • dividimos 17,22 por 6,5 e multiplicamos por 70, chegamos ao número de 185,44

Podemos usar a média de 185 evangélicos por igreja para estimar o número de igrejas no Brasil até reavaliar o tamanho médio das igrejas e frequência.

Á medida que a igreja cresce, a razão membresia/freqüência tende a cair.

Número de igrejas

Dividindo o número de evangélicos em 2004 (34.872.210) pela média de evangélicos por igreja (185), concluímos que em 2004 teríamos aproximadamente 188.498 igrejas evangélicas no Brasil.


Número estimado de igrejas plantadas a partir de 2000

Com esses números, podemos fazer cálculos para nos fornecer uma estimativa do crescimento numérico das Igrejas Evangélicas no Brasil. Veja a tabela abaixo:
  Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}
Ano
Evangélicos
Igrejas
(estimativa)

Número de Igrejas
plantadas (estimativa)

2000
26.184.942
141.540
***
2001
28.129.278
152.050
10.510
2002
30.217.988
163.340
11.290
2003
32.461.793
175.469
12.129
2004
34.872.210
188.498
13.029

CONCLUSÃO

Louvamos a Deus pela obra que tem feito em nosso país!
A Sepal preparou o Registro Nacional de Igrejas Evangélicas que pode auxiliar grandemente a Igreja no Brasil, pois através desse Registro os visitantes poderão encontrar a Igreja que estão procurando e a contagem das Igrejas poderá caminhar mais para demonstrar a realidade. Pedimos a você que cadastre sua igreja clicando aqui. Temos o compromisso de não fornecer as informações nem comercializá-las.

Sepal - Departamento de Pesquisas
F: 11 5523-2544
pesquisas@sepal.org.br

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

JUSTIÇA AFASTA O DEPUTADO EVANGELICO LEONARDO PRUDENTE DA CÂMARA DO GOVERNO DO DF

Link to Bereianos | Apologética Cristã Evangélica

Justiça afasta Leonardo Prudente da presidência da Câmara Legislativa do DF
Posted: 19 Jan 2010 11:02 AM PST
.
O juiz Álvaro Luis Ciarlini, da 2ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal, determinou nesta segunda-feira (18) o afastamento de Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM) da presidência da Câmara Legislativa. Ele ficou famoso por ser flagrado, em vídeo, colocando nas meias dinheiro de um suposto esquema de propina, conhecido como mensalão do DEM de Brasília. ( Veja as imagens no vídeo ao lado) A decisão é liminar (provisória) e ainda cabe recurso.

Segundo o juiz Alvaro Luis Ciarlini, “é inegável […] a existência de indícios da prática de atos ímprobos por parte do demandado, valendo lembrar que tais fatos foram fartamente divulgados pela mídia escrita, falada e televisionada, sendo hoje notórios e de domínio público.” Ciarlini classificou o escândalo de corrupção no DF de "banditismo institucionalizado" e disse temer pelo retorno de um processo político semelhante à ditadura militar.


"Os indícios de um sistêmico e crônico banditismo institucionalizado, no Distrito Federal e alhures, não tardarão a acionar os alarmes sociais e políticos que certamente propugnarão pelo "endurecimento" dos meios de controle que possam garantir a sobrevivência de nossa estrutura republicana de Estado, algo parecido com o processo político de exceção iniciado em 1964. Oxalá isso nunca volte a acontecer!", diz o juiz em sua decisão.

O pedido de afastamento de Prudente foi feito pelo advogado Evilázio Santos, que também já pediu a saída do governador José Roberto Arruda (sem partido). O autor da Ação Popular pede que seja declarada a inviabilidade do memorando protocolado por Leonardo Prudente, no qual o deputado comunica à Mesa Diretora da Câmara Legislativa seu retorno à presidência da casa a partir do último dia 29 de dezembro.

Evilázio Santos afirma, no pedido liminar, que há contra o réu indícios suficientes de envolvimento no esquema de desvio de dinheiro público que veio à tona com a Operação Caixa de Pandora, deflagrada pela Polícia Federal.

De acordo com a decisão, fica suspenso o memorando assinado pelo próprio Prudente no qual comunicava a sua volta ao cargo. O juiz determina ainda que ele fique afastado até a "total apuração", pela Câmara Legislativa, das denúncias apresentadas contra os deputados distritais envolvidos na Operação Caixa de Pandora.

'Firmeza'

Na decisão, o juiz Ciarliani, afirma que o Judiciário precisa agir com "firmeza" diante do susposto esquema de corrupção do qual teriam participado deputados distritais, o governador do DF e seu vice.

"É indispensável que o Poder Judiciário se posicione, neste momento, com firmeza e assertividade sobre esses fatos que, se verdadeiros, podem ser considerados uma verdadeira tragédia imposta pela virtual (e ainda não cabalmente comprovada) irresponsabilidade, egoísmo e absoluta ausência de civismo das partes virtualmente implicadas nesses tristes episódios", afirma.

Prudente afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que "decisão da Justiça não se comenta, se cumpre". Ele disse ainda que vai avaliar o que fazer junto aos advogados. Na ocasião em que foi divulgado o vídeo do deputado colocando dinheiro na meia ele afirmou que os recursos eram verbas de campanha não declarada. Prudente explicou que os maços foram guardado nas “vestimentas” por “uma questão de segurança”, já que ele não usa pasta.

A decisão deve ser cumprida imediatamente, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, a ser paga por Prudente.

O escândalo que envolve o governador do Df, José Roberto Arruda (sem partido), Leonardo Prudente e outros parlamentares e empresários começou no dia 27 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a operação Caixa de Pandora. No inquérito do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o governador Arruda é apontado como o comandante de um esquema de distribuição de propina a deputados distritais e aliados. Repasses de dinheiro foram registrados em vídeos e entregues à PF por Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais do governo, que denunciou o esquema.

Fonte: [ G1 ]


Leonardo Prudente (o deputado da meia) é um dos políticos apadrinhados pelo Bispo Rodovalho. Prudente é membro efetivo da Sara Nossa Terra e foi altamente proclamado nos púlpitos desta denominação como um político "cristão", representante do "povo de Deus" na câmara dos deputados.


Cuidado com os políticos levantados e indicados por denominações evangélicas. Desconfie, pesquise, veja as propostas, veja os frutos, estude sobre política, procure saber em quem você vai votar nestas eleições. Lembre-se: você é responsável pelo seu voto.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

INVESTIGAÇÃO DA BBC DESVENDA SACRIFÍCIO DE CRIANÇA EM UGANDA




Uma investigação da BBC revelou que rituais envolvendo o sacrifício de crianças em Uganda são muito mais frequentes do que se imaginava e, segundo autoridades do país, estariam aumentando.

Um curandeiro levou a equipe de jornalistas ao seu altar secreto e disse que tinha clientes que regularmente capturavam crianças e traziam seu sangue e órgãos para serem oferecidos aos espíritos.
Também falando à BBC, um ex-curandeiro que hoje faz campanha para o fim dos sacrifícios confessou, pela primeira vez, que matou 70 crianças, incluindo o próprio filho.
O governo de Uganda disse que a prática de sacrifícios humanos está aumentando no país.
Segundo o chefe da Força-Tarefa Contra o Tráfico e Sacrifício de Humanos, Moses Binoga, os crimes estão diretamente vinculados a um maior desenvolvimento e prosperidade e a uma crença cada vez maior de que a feitiçaria pode ajudar a pessoa a enriquecer rápido.
Depoimento
Segundo um curandeiro envolvido na prática, os clientes vão até ele em busca de dinheiro.
"Eles capturam filhos de outras pessoas e depois trazem sangue e órgãos direto para cá para oferecer aos espíritos", disse o homem à BBC.
"Eles trazem (as oferendas) em latas pequenas e as colocam sob a árvore de onde vêm as vozes dos espíritos".
Quando indagado com que frequência o sangue e os órgãos eram trazidos, o feiticeiro respondeu: "Em média três vezes por semana".
No altar, a reportagem da BBC viu um jarro com sangue e o que parecia ser um fígado de tamanho grande. Não foi possível determinar se se tratava ou não de material humano.
Durante as investigações, o altar deste curandeiro, situado na região norte de Uganda, foi queimado por militantes que fazem campanha contra os sacrifícios humanos.
O homem negou estar envlvido em ou ter incitado assassinatos, dizendo que os espíritos falam diretamente aos clientes.
Ele disse que recebe cerca de US$ 260 por consulta mas acrescentou que a maioria do dinheiro vai para seu "chefe".
O diretor da organização criada para combater os sacrifícios humanos, comissário-assistente Moses Binoga, da polícia de Uganda, disse conhecer o chefe mencionado pelo curandeiro.
Segundo o comissário, o homem estaria envolvido em cinco ou seis cartéis de proteção a curandeiros operando no país.
Binoga disse que em 2009 a polícia abriu 26 inquéritos sobre assassinatos onde havia sinais de sacrifícios rituais, em comparação com apenas três casos desse tipo em 2007.
"Também temos cerca de 120 crianças e adultos desaparecidos cujo destino ainda não foi estabelecido. Não podemos excluir a possibilidade de que tenhamr sido vítimas dos rituais de feitiçaria".
Entidades de campanha pela proteção de crianças dizem, no entanto, que o número é muito maior, já que alguns desaparecimentos não são comunicados à polícia.
Militância
O ex-curandeiro e hoje militante pelo fim dos sacrifícios humanos Polino Angela disse que conseguiu persuadir 2.500 pessoas a abandonar a prática desde que ele próprio deixou a atividade, em 1990.
Angela disse que foi iniciado em uma cerimônia no país vizinho Quênia. Na ocasião, um menino de 13 anos foi sacrificado.
"A criança foi cortada no pescoço com uma faca, depois, todo o comprimento, desde o pescoço até embaixo, foi aberto e a parte aberta foi colocada sobre mim", disse o ex-curandeiro.
Ao retornar a Uganda, o feiticeiro foi ordenado a matar seu próprio filho.
"Enganei minha esposa, me certifiquei de que todos tinham saído e de que estava à sós com meu filho. Uma vez que ele estava de bruços no chão, usei uma faca grande como uma guilhotina".
Hoje, Angela acredita estar se redimindo do que fez.
"Estive em todas as igrejas e sou conhecido como um guerreiro na luta para pôr fim à feitiçaria que envolve o sacrifício humano, acho que isso me 'compensa' e me exonera", disse Angela.
O ministro da Ética e Integridade do país, James Nsaba Buturo, disse que "punir retrospectivamente causaria problemas... se pudermos persuadir os ugandenses a mudar, acho muito melhor do que voltar ao passado".
Entidades de proteção à criança vêm tentando chamar a atenção para casos recentes de sacrifícios rituais e pedem que novas leis sejam criadas para regulamentar as atividades dos curandeiros.
Sobrevivente
Em um processo contra um suposto feiticeiro que deve ser julgado neste ano em Uganda, a polícia contará com o depoimento de um menino que sobreviveu ao sacrifício.
Mukisa tem três anos de idade e quase morreu após seu pênis ter sido decepado.
Ele sobreviveu graças à ação rápida dos cirurgiões e mais tarde disse à polícia que tinha sido mutilado por um vizinho que, segundo relatos, possui um altar de sacrifícios.
Falando à BBC, a mãe de Mukisa disse: "Toda vez que olho para ele, me pergunto como será seu futuro, um homem sem um pênis, e como ele será visto na comunidade"

domingo, 17 de janeiro de 2010

FUI BUSCAR NO MEU ARQUIVO PARA ENTENDEREM MELHOR O CONTEÚDO DO LIVRO ABAIXO

MICHAEL PSELOS, que viveu entre 1018 e 1078, foi conselheiro da corte imperial de constantinopla. Pselos, com base na filosofia neoplatônica, propõe a seguinte divisão dos demônios: 1- Leliouria, espíritos que habitam a esfera etérea, além da lua. 2- Aéreos- Espíritos do ar que vivem abaixo da lua. Os Ctônios, Espíritostos que habitam a terra. Os hídricos, Espirítos que habitam as águas, Os hipoctônios, Espirítos que habitam no interior da terra, os Misofos, estes espíritos odeam a luz e, porisso, vivem nos abismos mais profundos da terra. São demônios pavorosos, cegos e insensíveis. Os demônios sob o ponto de vista de Pselos, dedicam-se a tentar os homens, com objetivo de frustrar o plano da Salvação. Os demônios mais elevados seduzem os homens diretamente através do intelecto ou dos sentídos. Muitos deles valendo-se da capacidade humana da imaginação, produzem imagem perversas que estimula as paixões e demais sentimentos tido como inferiores. Os demônios mais grosseiros, por sua vez, causam doenças e acidentes fatais e quando possuem um ser humano forçam-no a se comportar como um animal, destruindo-os das nóbres faculdades do Espirito. Estes demônios não possuem faculdades intelectuais nem livre vontade. Agem como moscas encima de coisas pútricas. Esta classificação de Pselos foi retomada em 1608 pelo demonólogo Francisco Maria Guazzo que em seu Compédium Maleficarum, repete praticamente , a classificação do misterioso bizantino, conforme a classificação de Guazzo, teríamos os seguintes tipos de demônios: As fúrias vivem nas camadas superiores da terra, são incorpóreos ou invisiveis. Os aéreos habitam o ar ao nosso redor e utilizando-se do fluído vital, podem assumir forma humana. Os terretres, vivem nos bosques, vales florestas, cavernas ou mesmo nas cidades; nesse último caso tomam forma humana e assim se confundem com os homens. Os aquáticos habitam o meio líquido e são responsáveis pelos redemoinhos, tempestades marítimas e ventos fortes. Os subterrâneos, vivem sob aterra e causam os abalos físicos em geral. Os fotófabos, ocultam-se nas camadas mais profundas da terra, como o seu próprio nome indica temem a luz. Cegos e pavorosos, provocam nos homens angústias terríveis. Mais tarde houve várias confirmações de outro demonólogo. peq. wikipedia e José Carlos Leal. vejam o que fala a biblia a respeito prim. carta de João cap. 5 verc.19- sabemos que somos deDeus e que o mundo inteiro JAZ NO MALÍGNO. Efésios cap. 6 vec. 12 porque nossa luta não é contra a carne nem contra o sangue e sim contra os pricipados e potestáde, contra os dominadores desse mundo tenebroso, contra as forças espirítuais do mal nas regiões celestiais. Esta é a melhor confirmação que se tem do texto. Postado pela Lery para o seu blog.

PARA ENTENDEREM MELHOR A POSTAGEM DO LIVRO CITADO ABAIXO LEIA ESTA POSTAGEM SOBRE ARTIMANHAS DE SATANÁS

Deuteronômio, cap 18 verc.9-14- Quando houverem entrado na terra do Senhor teu Deus te há de dar, guarda-te de querer imitar as abominações daquelas gentes. Não se ache entre vós alguém que purifique seu filho ou sua filha, fazendo-os passar pelo fogo, nem quem consulte advinhos, ou observe sonhos e agouros, nem quem use malefícios, consulte os necromantes, ou advinhos, ou indague dos mortos a verdade. Porque o Senhor abomina tais coisas e por tais maldades exterminará esse povo à tua entrada. \serais perfeito e sem manchas com o Senhor, teu Deus.
Estes povos cujo país tu possuirás, ouvem os agoreiros e os advinhos;tu, porém foste instruído de outro modo pelo Senhor, teu Deus. Atos cap. 16 verc. 16-18. Aconteceu, que, indo nós à oração, nos veio ao encontro uma jovem que tinha espírito de necromante, aqual,com as suas advinhações, dava muito lucro a seus amos. Esta jovem seguindo a Paulo e a nós gritava dizendo:Estes homens são servos de DeusExcelso, que vos anunciam o caminho da salvação. E fazia isso muitos dias. Paulo, porém enfadado, tendo-se voltado, disse ao espírito: Ordeno-te em nome de Jesus Cristo que saias dela. E ele na mesma hora saiu.

PARA ENTENDEREM MELHOR A POSTAGEM DO LIVRO CITADO ABAIXO LEIA ESTA POSTAGEM SOBRE ARTIMANHAS DE SATANÁS

ARQUIVOS SECRETOS DA FEITIÇARIA E DA MAGIA NEGRA. Lembra que em 1260, o papa Alexandre lV fixou os aspectos fundamentais da feitiçaria que deveriam ser resaltados e combatido a ferro e fogo, no sentido literal dessa expressão. Conforme o papa: 1- Os feiticeiros renegam a Deus.2- Os feiticeiros adoram o diabo. 3- Os feiticeiros dedicam seus filhos ao diabo. 4- Os feiticeiros sacrificam crianças ao diabo. 5- Os feiticeiros consagram crianças ao diabo quando ainda estão no ventre de suas mães. 6- Os feiticeiros se tornam sevidores de satan. 7- Os feiticeiros juram em nome de satã e não de DEUS. 8- Os feiticeiros cometem insestos. 9- Os feiticeiros matam e coziam em água a ferver suas vítimas e, depois, a devoram em banquetes canibalísticos. 10- Os feiticeiros fazem morrer o gado e arder as colheitas. 11- Os feiticeiros, por fim, são escravos do diabo. A feitiçaria torna-se a religião do diabo, é a mais grave de todas as eresias. Aqueles que praticam deve ser punido. Em 1326, João XXlll lamenta dolorosamente a atitude dos cristãos que fazem pacto com o demonio, perdendo, assim, o que possuem de mais precioso SUAS ALMAS. Estas ovelhas desgarradas do redio da igreja sacrificam ao demonio, fabricam filtros, fazem unguentos e se utilizam de espelhos, metais e fomula mágicas para reterem junto de sí o diabo e seus anjos, para consultá-los, na creça louca para conseguir deles ajuda para seus intentos ou mesmo para satisfazerem desejos perversos e depravações. Lev.cap. 19 verc 31 diz: Não vos dirijais aos magos, nem interrogai os advinhos, para que vos não contamineis por meio deles. Lev. 20: 27diz: O homem ou a mulher que tiver espírito pitônico ou de advinho, sejam punidos. Pesquisa do liv. dos mitos José C Leal ´- pesquisado por Lery para seu blog. É o conhecimento das coisas que nos ajudam a nos defender delas. MISERICODIA PAI.

PUBLICAÇÃO DE CAMPANHA DA UBE SOBRE SATANISMO

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Campanha UBE pela causa das crianças desaparecidas: Entrevista com o autor do livro Crimes Satânicos, e sorteio de livros




Amados irmãos, apresentamos aqui uma entrevista realizada com Leo Montenegro, autor do livro Crimes Satânicos. O livro, além de denunciar o rapto organizado de pessoas com objetivo serem sacrificadas em rituais de magia negra dentro e fora do Brasil, apresenta casos que vêm acontecendo em todo o mundo. Acompanhe as revelações do autor, que no momento já prepara mais um volume sobre o tema. A entrevista foi realizada pela irmã Wilma Rejane para a UBE.
Ao final do post, saiba como participar da promoção e concorrer a exemplares do livro.


1 - De que forma surgiu a idéia do livro Crimes Satânicos?

Na verdade foi através de uma noticia sobre um desses crimes onde uma mãe sacrificou seu próprio filho de menos de 3 anos em um ritual de magia negra. Essa noticia trazia fotos da cena do crime e confesso que isso me abalou e me fez perguntar de onde vinha maldade tal a ponto de uma mãe matar e esquartejar o corpo do próprio filho.

Então comecei a pesquisar sobre o assunto e descobri que mesmo a mídia não divulgando, esses crimes acontecem a todo o momento e em todo o lugar.

Comecei a encontrar muita coisa, tive acesso a cenas de crimes, fotos e tudo o mais, sempre com apoio de pessoas do mundo todo, incluindo policia, perícia, investigadores, familiares de vítimas, etc.

É terrível saber que em alguns cultos satânicos há mães que geram filhos para que, logo ao nascer, sejam sacrificados nos altares satânicos, e isso passa despercebido, pois essas “mães” não dão a luz em hospitais.

No inicio não tinha idéia de escrever um livro, mas conforme fui descobrindo muitas coisas resolvi compartilhar com as pessoas e aí sim surgiu a idéia do livro.
Na verdade o Crimes Satânicos terá pelo menos mais um livro, que será um segundo volume.


2- De onde veio o apoio para a realização do trabalho?

Conforme pesquisava e colhia depoimentos, muitas pessoas se mostravam interessadas em ajudar com matérias, contatos, traduções (inclusive em russo), e citavam casos.

Tentei contatar parentes de crianças desaparecidas ou vitimas de rituais satânicos, mas foi muito difícil, pois essas pessoas vivem com medo e não sabem em quem confiar devido ao descaso com que foram tratadas pela sociedade e até mesmo autoridades, pois no Brasil a luta por justiça é muitas vezes uma luta silenciosa.

É muito triste a forma com que a causa dos desaparecidos é tratada nesse país.
Como uma pessoa só é declarada desaparecida depois de 48 horas, se é sabido que as crianças raptadas e desaparecidas são mortas muitas vezes em até 24 horas.

Isso poderia mudar se os nossos políticos votassem leis que favorecessem uma pronta resposta das autoridades em caso de desaparecimento, porém sabemos que esses mesmos políticos estão mais preocupados em votar o aumento de seus próprios salários.


3 - Você enfrentou algum tipo de pressão durante o andamento dos trabalhos?

Creio que a maior pressão foi espiritual e o pior momento foi a descoberta de um Vídeo Snuff (que são vídeos de assassinatos reais filmados com o objetivo de comercialização, e descobriu-se a conexão desses vídeos com cultos satânicos e redes de pedofilia).

Esse momento foi o mais difícil, pois tive que assistir dezenas de vídeos com esse tipo de conteúdo inclusive vídeos de rituais de magia negra, e infelizmente a internet está cheia desse tipo de conteúdo. Passei por tudo isso, pois minha intenção era encontrar um Vídeo Snuff real, algo que até aquele momento era considerado “Lenda”.

As cenas que eu vi e ouvi são de extrema maldade e posso dizer sim, que o mundo jaz no maligno.

Nesse momento muitas pessoas estavam orando por mim e isso foi essencial para concretizar o trabalho, pois pensei muitas vezes em desistir e até mesmo tive que parar o processo de pesquisa e investigação do livro, pois estava cansado, tendo crises de choro e não conseguia dormir à noite, pois ao fechar os olhos lá estavam as cenas em minha mente.

Minha esposa foi uma verdadeira mulher de Deus e peça importante para a concretização do trabalho, pois tinha momentos que eu não tinha forças nem para orar, talvez muitas pessoas possam ver isso como uma fraqueza, mas realmente tudo isso foi uma grande luta espiritual e com minhas próprias forças eu não teria chegado ao final. Então sei que foi Deus que me capacitou.

Eu não escolhi escrever esse livro, mas era necessário que essa denúncia viesse à tona.


4 - O que mudou em sua vida após o trabalho de investigação e publicação do livro Crimes Satânicos?

Até o livro ser publicado foi uma grande luta como já falei, porém depois com o apoio da editora Naós e de muita gente que tem apoiado o trabalho eu me senti mais seguro, pois vi que realmente eu não estava sozinho em tudo isso, pude ver que muitas pessoas estão se mobilizando e se perguntando:

“O que está acontecendo? Por que tantas crianças somem no país? O que eu posso fazer para ajudar a causa dos desaparecidos?

Muitas pessoas dizem que sou corajoso em fazer isso, mas a verdade é que Leo Montenegro é uma voz solitária na multidão e apenas um jovem acreditando no que diz 1 João 2-14.

Como Cristão acredito que temos que atender ao chamado de Deus para nossas vidas, e o “Eis-me aqui” é algo nobre nos dias de hoje e eu creio que todos podem ajudar na causa dos Desaparecidos, se você tem um blog, site, Orkut ou qualquer meio você pode se mobilizar divulgando textos, fotos, notícias - e com isso podemos sim salvar vidas e evitar que outras crianças sejam raptadas.


5 - Como você vê as noticias veiculadas recentemente na mídia envolvendo crianças em rituais com agulhas?

Esse caso foi uma exceção, pois a mídia nacional acabou divulgando o caso com toda a atenção.

Desde o Caso Evandro de Guaratuba no ano de 1992 que eu não via a mídia dar tanta atenção a um caso envolvendo ritual de magia negra.
Creio que esse caso fez muitas pessoas notarem que essa é uma prática comum e trouxe o assunto à pauta, tanto que quase todos os dias você pode ver novos casos sendo noticiados em toda a mídia.

Esses crimes acontecem com muita freqüência, para você ter idéia em Fortaleza uma série de crimes envolvendo rituais de magia negra estão acontecendo e isso não está sendo divulgado em lugar algum, a verdade é que os crimes continuam e ninguém foi preso até o momento ( Janeiro de 2010).

Na Tanzânia , Borundi e outros paises da África centenas de Albinos estão sendo mortos, esquartejados e seus pedaços estão sendo vendidos para serem usados em rituais de feitiçaria pois existe uma superstição entre os nativos de que feitiços feitos com pedaços de Albinos trazem poderes mágicos.

Como podemos ver isso está acontecendo em todo o mundo, porem pouco se noticia sobre esses casos.


6 - Léo, o que você acha que deveria ser feito para tornar as buscas a pessoas desaparecidas mais eficazes?

O Cadastro Nacional de Desaparecidos seria muito eficaz na busca e catalogação dos desaparecidos no Brasil.

Creio que campanhas do governo seriam de grande valia e até mesmo empresas poderiam colocar em seus rótulos de produtos fotos de crianças desaparecidas como muitas já fazem ou fizeram, parece que esse assunto para a sociedade é coisa do passado, mas os desaparecimentos continuam.

A maior união e integração das policias brasileiras também seria muito bem-vinda.
Mas eu ainda acredito que o maior passo pode ser dado por cada um de nós divulgando e ajudando essa causa, como falei há pouco.


7 - Tem algo, que você descobriu que não foi publicado? Por quê?

Existe muito conteúdo não publicado ainda e teremos um novo livro logo.
Tenho recebido muito apoio de varias pessoas que me escrevem relatando casos, experiências e denunciando crimes.
Tenho pesquisado essas denúncias e posso dizer que tenho em minhas mãos muito conteúdo.
O que posso dizer é que no mínimo eu sei demais e isso é perigoso pois faz de mim um alvo fácil.
Essa é a parte difícil de ser Leo Montenegro rsrs


8 - Que mensagem, você deixaria para as pessoas que estão lendo esta entrevista e que já leram ou pretendem ler o livro?

Leonardo da Vinci disse certa vez: “Aquele que não pune o mal, ordena que ele seja feito”. E eu acredito que até hoje essas crianças tem desaparecido com tanta freqüência no Brasil e no mundo pelo descaso com que esses crimes sempre foram tratados, então devemos denunciar esses crimes para que esses raptores se sintam acuados e assim possam agir com menos liberdade e freqüência.

Sei que não vamos parar os raptos, mas se conseguirmos fazer com que eles diminuam estaremos salvando vidas.

Sobre o livro, eu peço que leiam, mas depois de ler não deixem o livro parado na estante, emprestem para seus amigos da igreja, família, e seus pastores e líderes.

Entendo que o livro é “pesado” e até não aconselho para que algumas pessoas o leiam, mas a mensagem dele não pode ser ignorada e nem ficar parada numa estante.

Obrigado à todos que me escrevem e compartilham suas experiências.

Deus abençoe a todos nós.
 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti