sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O ÚLTIMO DEBATE E A ESCOLHA PELO DIA D

O último debate e nossa escolha pelo dia D

Foi uma jornada dura. Noites mal dormida, madrugadas de discussões calorosas entre aquela fala mal colocada ou a avaliação de posições nitidamente oportunistas.
Ontem, foi o ultimo debate. Ardia em febre, ou seja, pela baixa  imunidade  ou pela virose que assola as salas apinhadas de panfletos, num entra e sai de gente. Mas, mesmo assim não perdi uma vírgula.
Serra com anos de política nas costas fez governos capengas,  tem uma vida publica larga e sabe que não governou  como devia.
Plínio Arruda Sampaio uma pena. Homem dedicado ao Brasil durante décadas tenta vender aos jovens desavisados um sonho impossível.  Os sonhos não  acabarão mas os caminhos para a construção de um pais mais justo, passa por outras formas de realização.
Marina Silva uma decepção. Ela não quer  um Brasil melhor.  Ela quer ser  a primeira  Mulher a ser Presidente. Juntou-se a Lula como a competente e pobre menina do Norte do País, frágil  e doente. Aprendeu tudo o que pode assimilar e saiu sob alegações não muito claras. O Ministério do Meio Ambiente  fez muito bem a sua saúde. Saudável, vendendo energia, tem como meta bater no adversário para ganhar adeptos.  Fala de século 21 com a propriedade de quem prevê o futuro e usa métodos velhos e cansativos do  coronelismo brasileiro.
EH  de uma satisfação imensa ver e ouvir Dilma. Quem diria companheira que ainda íamos viver esta estória. E, quem duvida que somos  e estamos felizes.
Temos um mundo de desafios pela frente. Claro que sim. Mas este povo nascido da fusão de tantas raças traz nas veias a força  de um Zumbi dos Palmares,  a alegria itálica, a saga dos portugueses mesclados a nostalgia dos fados que no correr dos anos foi ganhando os tambores de Minas, numa simbiose com o samba  explodindo em sons que descreve o frescor  e a força  deste Povo.
Dilma foi a escolha certa, na medida exata entre o sensato e o sábio. Representa o sonho de liberdade, a unidade, o comprometimento, o conhecimento e a competência.
Se o coração crê os sonhos se tornam realidade.  Dilma sabe que pode  dar continuidade ao sonho de Lula, que pode unir partidos em torno de uma mesma causa – tal qual foi a inesquecível “ Diretas já “, a passeata dos “cem mil” .
O dia 3 de outubro será  histórico. Saída das montanhas de Minas, forjada na forca  da  terra sulina, alimentada pela energia que emana  do Planalto Central  - Dilma subira a rampa de mãos dadas com o futuro do Brasil.
Marilia Guimarães
www.mariliaguimaraes.com Fonte: blogdadilma

Nenhum comentário:

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti